quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Conto de Natal


Esse post bem poderia começar com o tradicional "Era uma vez". Mas, essa é uma história real que transformamos num "conto" bonito e que, por si só, justificaria todo o esforço do Romoaldo e meu para mantermos este blog e uma pequena participação na CBN Recife

Afinal, nosso objetivo ao criar o Café & Conversa foi justamente o de levar o pouco conhecimento e o enorme entusiasmo que temos sobre café aos leitores, incentivar o consumo em cafeterias e em casa, ajudar sempre da melhor maneira que pudermos para que todos possam tirar o maior proveito dessa bebida maravilhosa. Queríamos e continuamos querendo que os brasileiros conversem sobre café com a mesma paixão com que conversam sobre futebol. Pois esses são os nossos principais produtos.

Com o tempo, conhecemos muita gente do mundo do café e como em qualquer tipo de atividade humana, tem gente legal e tem gente que não é legal. Mas, sempre preferimos ficar com as legais. Ao incentivarmos o consumo de café e a frequência nas cafeterias, nos deparamos com a falta de mão de obra especializada em várias áreas, especialmente no Barismo.

Barista é o profissional que maneja o maquinário da cafeteria e é o responsável pela preparação das bebidas servidas.

Conforme nos aprofundávamos no assunto, também acompanhamos a tramitação do projeto de lei que regulamenta a profissão. Talvez esse quadro de falta de mão de obra mude a partir da regulamentação. Quando nos demos conta, havíamos expandido nossa atuação muito além do que tínhamos inicialmente planejado. E tem sido muito bom.

Com a correria do dia a dia - também somos repórteres de política - às vezes não percebemos como influenciamos pessoas próximas de nós, mudamos seus hábitos, despertamos o interesse pelo universo do café. É por isso que os jornalistas que trabalham no Comitê de Imprensa do Senado se cotizam para comprar bons grãos, moem e fazem seu próprio café numa cafeteira French Press. Um presente do Café & Conversa : ) O mesmo tem acontecido no Comitê de Imprensa do Palácio do Planalto.

Mas, o nosso conto vai além. Uma das moças que trabalha no serviço de limpeza do Senado sempre nos via moendo, conversando e fazendo café e se encantou com aquilo tudo. O nome dessa moça é Eluzinete Ramos de Lemos e, um dia, ela nos pediu que a ensinássemos, tarefa que o Professor Romoaldo cumpriu com muita satisfação. 

Assim, nos dias de maior movimentação política, Eluzinete se dispunha a pilotar com indisfarçável alegria o moedor e a cafeteira para ocupadíssimos, apressados e agoniados jornalistas. Ela acabou se integrando muito naturalmente nesse precioso momento do café, que se tornou uma tradição sagrada. Vários parlamentares vão lá apenas para tomar o café. 

Uma tarde, estava eu vidrado no monitor do meu computador lendo alguma notícia e assistindo algum vídeo (tenho facilidade de entrar em estado alterado de consciência para fazer várias coisas ao mesmo tempo) com o headphone enfiado nos ouvidos, quando uma mão tocou suavemente o meu ombro. Era Eluzinete

Ainda em transe, achei que ela estava ali me pedindo para pegar o moedor, que fica zanzando entre dois andares. Não era. Retirei o headphone dos ouvidos. Ela queria me contar que havia feito o curso básico de Barista, ministrado pela nossa querida amiga Luciana Sturba, da Grenat Cafés Especiais. Eluzinete então retirou uma folha de papel de um envelope e, com um largo sorriso, me entregou o diploma. Só não chorei porque tenho um nome a zelar ... (rs)

Olhaí a Eluzinete com seu diploma e realizando um sonho

Após os abraços e festejarmos um bocado, ela me disse empolgadíssima que agora vai cumprir a próxima etapa, fazendo um curso mais avançado para se tornar uma Barista Profissional. "Estou apostando nessa carreira", disse. E nós, aqui do Café & Conversa, estamos torcendo para que ela consiga.

Não poderíamos ter encerrado este ano de um jeito melhor nem poderíamos ter recebido um presente tão bacana quanto essa notícia. Para continuarmos incentivando e ajudando a realização do sonho, o Café & Conversa orgulhosamente presenteou Eluzinete com um kit contendo um moedor, uma cafeteira French Press, uma lata para armazenar café, 250g de café especial em grão Bourbon Vermelho e outros dois pacotes iguais de grão Maragogipe e do Blend Grenat.

Claro que fotografamos, filmamos e nos emocionamos. Vejam:

O espanto e a curiosidade ...

... a surpresa ...

... explode coração!!!

video


video


Feliz Natal e Bom Café a todos os nossos amigos, leitores, ouvintes e incentivadores!!! Que o Papai Noel de vocês seja tão legal quanto o nosso : ) Um abraço e bom café!

4 comentários:

Telma D. Monteiro disse...

Adorei! Feliz Natal!

AkiNaRoçaÉAssim disse...

Putz, que história mais legal de ler, Ricardo. Parabéns, Eluzinete e que o seu sol brilhe ainda mais! Como eu digo - tudo na vida fica melhor depois de um bom café.

Marven

jsg disse...

Gente, que emocionante! Parabéns, viu! Vocês fazendo história na arte do café! Beijos!

recomendociencia disse...

Parabéns Romoaldo,nunca pensei que fosse ver esse seu lado humanitário.
E eu com não tenho um nome a zelar, chorei mesmo.
Feliz natal a todos!
Cássia Graciano