quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Slayer - Em Busca do Espresso Perfeito


Uma coisa que "azisquerda" jamais entenderão é que o mundo socialista é incapaz de criar. É um mundo sem sonhos, sem liberdade, sem esperança. Nesse cenário, as únicas coisas que prosperam são a ignorância, a corrupção, a tristeza, a dor e a morte. É por isso que a democracia e o capitalismo predominam, mesmo contra a vontade de psicopatas travestidos de governantes e seus asseclas.

Não estou dizendo que a democracia e o capitalismo não têm seus defeitos. É claro que têm. Assim como as religiões, foram criados pelo ser humano, ora bolas. Mas, mesmo com seus defeitos, ainda não surgiu nada melhor para a criatividade. Esses dois sistemas - político e econômico - permitem ao homem sonhar e se dedicar a realizar o sonho.

Isso é o que um grupo genial de Seattle, nos Estados Unidos, fez e faz. Esses apaixonados por café e pelo Barismo - Eric Perkunder, Dan Urwiler e Devin Walker -, fundaram a empresa SLAYER PROFESSIONAL ESPRESSO para criar a máquina de espresso perfeita. E parece que conseguiram. Está à venda nos EUA o resultado de anos de pesquisa, a máquina Slayer.

O projeto da Slayer

Pensada para obter o melhor espresso possível, a Slayer agrada pelo design maravilhoso e pelo desempenho excepcional. A máquina foge dos automatismos e devolve ao Barista o controle do artesanato de tirar um espresso. Na longa pesquisa que fizeram, os autores dessa obra prima descobriram, entre outras coisas, que as máquinas tradicionais pressionam a água através do pó de café com tanta força que não conseguem capturar todo o sabor.

Uma Slayer de dois grupos

A Slayer deixa a água passar mais tempo em contato com o pó de café, entre 30 e 35 segundos - contra os 18 a 23 segundos tradicionais nas outras máquinas. Além disso, descobriram que o ponto máximo de doçura do café pode ser obtido com uma variação de pressão, iniciando em 5 BAR, subindo para 9 BAR e voltando para 5 BAR.

Esse espresso foi feito nela

Perkunder disse que não está muito certo sobre o porque dessa combinação de pressão funcionar, mas que todo mundo está trabalhando suas teorias a respeito. "Quem sabe?", disse. Para sabermos tudo isso, teremos que esperar que alguma cafeteria traga uma dessas maravilhas para o Brasil.

Detalhes que fazem muita diferença e a alegria dos baristas

Abaixo você poderá assistir o desempenho e o fascínio dos baristas durante o lançamento da Slayer numa feira especializada, a Specialty Coffee Association of America (SCAA 2009).


Ricardo Icassatti Hermano





3 comentários:

Bio Barista disse...

Olá Ronaldo muito boa essa máquina e essa inovação, bom recentemente fiquei sabendo que já chegou ao Brasil essa maravilha de máquina, más fico te devendo qual é a cafeteria que conseguiu essa beldade !!!! Más em breve trago todas as inforações !!!!

Café & Conversa disse...

Estaremos aguardando Bio Barista. Sabemos que a barista da Octavio passou a semana na cafeteria RBC, em Nova Iorque, testando a SLAYER. Aliás, a primeira e única, até agora, na Big Apple.

Abraço

Ricardo Icassatti Hermano

Rodrigo disse...

Você vai ter uma destas bem mais perto do que imagina. Acabamos de adquirir uma Slayer na Exposição da SCAA. Vai ser instalada no Ateliê do Grão em Goiânia.