terça-feira, 25 de maio de 2010

Os cuidados com seus bichinhos na Copa


Ricardo Icassatti Hermano

Estamos dando prosseguimento à série de dicas indispensáveis para que você obtenha sucesso ao reunir em sua casa os amigos e as amigas para assistir os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de Futebol na África do Sul.

Se o povo vai sair sorrindo ou chorando do seu evento, é outra história. Em caso de desclassificação, as cobranças devem ser feitas diretamente ao técnico escolhido pela CBF. Nós, do Café & Conversa, não temos nada com isso. Para nós, o mais importante é que a cerveja esteja gelada.

Nossa função é ajudar os(as) leitores(as) a organizar uma bela festança. Já vimos os cuidados com o jardim, para quem tem é claro, e com os vasinhos de violetas, que podem ser confundidos com vasos sanitários. Tudo vai depender do teor alcoólico dos seus convidados.

Hoje, trazemos as dicas de uma criadora profissional de bichinhos de estimação, a jornalista Silvia Gomide, que conseguiu obter sucesso onde Lula fracassou miseravelmente: manter a paz entre inimigos mortais.

ZZZZZZZZZZZZZZ ...

Ela cria cães e gatos juntos, sem brigas, sem intifada, sem Faixa de Gaza, sem enriquecimento de urânio, sem terrorismo, sem bichinhos-bomba e sem mísseis. Fiquem com as dicas preciosas da Silvia e evitem traumas nos seus bichanos e totós de estimação.

É, a gente se ama ... e daí?


Não gosto de futebol. Por que então estou escrevendo dicas para a Copa por encomenda-intimação do Café & Conversa??? Ora, porque adoro gatos e cachorros - não necessariamente nessa ordem - e já aprendi alguns truques para proteger nossos bichinhos da sanha patriótica que assola o país a cada quatro anos.

A dica mais importante vale para qualquer classe social: tranque seus gatos e cachorros nos dias de jogo do Brasil. Mesmo o mais corajoso cão e o mais descolado gato pode se assustar com os fogos de artifício. Eles estarão muito mais seguros em casa, de preferência em um quarto com portas e janelas trancadas.

Se o seu cachorro tiver muito medo das explosões dos fogos, uma boa solução é dar algumas gotinhas de Acepran, que é um "Boa Noite Cinderela" para animais. O Rex vai dormir como um bebê e, no dia seguinte, não vai acordar num motel barato completamente nu e sem a carteira ou numa banheira cheia de gelo e sem um rim.

Putz! Onde que eu estou? Cadê a minha carteira?

Mas, consulte o veterinário para ver qual é a dose correta. Um remédio desses, na quantidade errada, pode até matar. Todo cuidado é pouco. Lá em casa, usamos Acepran também na noite de Ano Novo ou sempre que os bichinhos precisem ficar presos por muito tempo, como em dias de mudança.

A dica não serve para os gatos porque o remédio deixa o animal tonto. Como os gatos sobem em lugares altos, podem cair e se machucar.

Se a sua casa for muito pequena e não tiver lugar para prender os pets (não é o Peti do Flamengo), uma saída é mandá-los para um hotelzinho. Aqui em Brasília, recomendo a Pousada dos Bichos. Parece coisa de celebridade emergente, mas é uma opção acessível para várias potências de cartão de crédito.

As diárias variam de R$ 15 a R$ 25, dependendo do tamanho do cachorro. Os felinos têm um hotel específico na capital, a Casa do Gato. Só que a hospedagem lá é mais cara, R$ 30, porque é especializada. Os gatos que já se hospedaram ali garantem que vale a pena.

Bom, são essas as dicas para quem não está matando cachorro a grito. Se o torcedor é muito lascado, muito mesmo, cara, sério, a melhor solução é deixar o Totó trancado no barraco e ir assistir o jogo na birosca da esquina. Pelo menos, lá a TV é colorida.

Silvia Gomide é carioca, jornalista e tem mais
cães e gatos do que o bom senso recomenda.

4 comentários:

Daniel Viana disse...

Grande Ricardo,
Importante essas dicas sobre os animais.
Só fui ver o post que vocês fizeram sobre o Brasil Sabor hoje. rsrsrs
Passa la no meu blog.
Abraços

danielbarista.blogspot.com

Café & Conversa disse...

Ô Daniel, você tá muito lento rapá! Nem parece que bebe café ... (rs)

Abraço

Ricardo

Ana disse...

Se eu tivesse meu labrador champagne, com certeza usaria as dicas! Valeu pelo aprendizado!
Abraço
Ana Paula Figueirêdo

Anônimo disse...

Deus a abençoe pelo seu cuidado, pelo seu amor tão tocante e bonito pelos nossos irmãozinhos animais. Eu os adoro demais. Boa sorte na empreitada. As fotos dos meninos estão deslumbrantes. Viu como eles combinam? (danailee)